A avaliação imobiliária é um processo que requer a inspeção de um perito avaliador de imóveis, devidamente certificado, capaz de estimar o valor financeiro de um imóvel.

A avaliação imobiliária é exigida sempre que está em causa a transação de uma moradia, de um apartamento, de um terreno ou de uma loja para efeitos de arrendamento, venda ou no âmbito do crédito à habitação. Apenas com uma avaliação imobiliária se torna possível chegar ao valor real do imóvel, evitando prejuízos para o proprietário ou até mesmo no que diz respeito a questões judiciais.

Neste artigo, conheça os métodos aplicados na avaliação imobiliária e quais os fatores que influenciam a avaliação de imóveis. 


Quem faz a avaliação imobiliária?

A avaliação imobiliária deve ser efetuada por avaliadores de imóveis certificados, tais como:  

Quando é necessário fazer avaliação imobiliária?

Podemos dizer que a avaliação imobiliária é necessária para todos os processos de compra e venda de imóveis, financiamento, construção ou partilha de bens de uma herança. Têm caráter de obrigatoriedade nas seguintes situações:
  • No âmbito de um processo de investimento;
  • No âmbito de uma avaliação patrimonial de uma empresa/particular;
  • Avaliação exigida por uma entidade seguradora;
  • Herança ou partilha de imóveis;
  • No âmbito de um processo judicial;
  • Num processo de crédito para a compra ou construção de um imóvel;
  • Por motivos fiscais.
 

Quanto tempo demora a avaliação de imóveis?

O agendamento da visita do perito de avaliador de imóveis poderá demorar cerca de uma semana. Após a visita, a entrega do relatório de avaliação imobiliária poderá demorar mais uma semana. Assim, é expectável que o tempo total para a conclusão de uma avaliação imobiliária varie entre 10 e 20 dias.

Que fatores influenciam a avaliação de imóveis?

A avaliação imobiliária tem, por norma, os seguintes fatores em consideração:
  • A localização do imóvel;
  • A qualidade da construção do imóvel;
  • A data de construção;
  • O estado de conservação (aplicável para casas usadas);
  • O terreno onde está inserido;
  • A tipologia e a disposição do imóvel;
  • Os acabamentos e equipamentos disponíveis;
  • Extras do imóvel, como por exemplo: estacionamento, piscina, elevador, espaços verdes, entre outros;
  • O estado atual do mercado, ou seja, a procura e a oferta.
Quanto melhores forem estes fatores, maior será o valor da avaliação do imóvel.

 


Quais os métodos aplicados na avaliação imobiliária?


A determinação do valor de mercado de um imóvel pode ser feita através de três métodos de avaliação:

1. Método Comparativo de Mercado

Tal como o nome indica, o valor do imóvel é atribuído através da comparação com imóveis semelhantes, baseando-se no conhecimento do mercado local e nos valores das transações de imóveis semelhantes ao que está a ser avaliado.

2. Método do Custo

O método do Custo permite calcular o valor de um ativo imobiliário através da soma do valor de mercado do terreno e de todos os custos necessários para a construção de um imóvel com caraterísticas físicas e funcionais semelhantes.
Valor = Valor do Terreno + Custo de Construção – Depreciação*
*Quando são considerados imóveis usados.

3. Método do Rendimento

O método do Rendimento consiste no cálculo da renda ou do rendimento que um imóvel pode gerar. 
Valor do mpor zona X Área de construção da habitação

Somos uma agência imobiliária, com experiência e conhecimento comprovados, capazes de desenvolver um método eficaz que permite apurar com rigor, objetividade e precisão o valor do seu imóvel. 

Clique na imagem abaixo e preencha um formulário com os dados necessários do tipo de imóvel que quer vender, para que os nossos agentes imobiliários consigam fazer uma avaliação imobiliária justa, a partir de um estudo de mercado imobiliário rigoroso.
consultores imobiliários